Bom dia!           Segunda 01/09/2014 08:11 Voltar ao inícioHome Mapa do siteMapa do Site
Esboço para ser ministrado de 07/06 a 12/07/2012

Comunidade da Fé - Igreja em Células

Recebendo a terra e tomando posse por herança


Tema: Prosperidade, o fruto da fidelidade


     Jeremias 29:11 - “Pois eu bem sei os planos que estou projetando para vós, diz o Senhor; planos de paz, e não de mal, para vos dar um futuro e uma esperança.”

     Estamos vivendo como cristãos e Igreja um tempo de avanço, de conquistas, e isto faz com que brote dentro de nós novas expectativas, renove nossas esperanças, existe um anseio e certeza de que viveremos dias bons, tempos abençoados por Deus.

     Porque nós crentes temos promessas de Deus e devemos viver por essas promessas. As promessas de Deus devem arder, queimar dentro de nós, devem ser nossa motivação para continuar. 

     Às vezes diante de algumas situações olhamos para nós mesmos e nos sentimos cansados, abatidos. Mas buscamos a Deus e sua presença traz frescor, refrigério, renova nossas forças e então pensamos: “Na próxima vez vai ser diferente, na próxima vez vai dar certo, vou avançar, vou conquistar...”

     Hebreus 10:38 e 39 - “Mas o meu justo viverá da fé; e se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele. Nós, porém, não somos daqueles que recuam para a perdição, mas daqueles que creem para a conservação da alma.”


     A) “A fé é a nossa vitória que vence o mundo” I João 5:4

     - Fé é crer que vamos conquistar cada promessa de Deus.

     - Fé é tirar os olhos das nossas limitações, das nossas fraquezas e olhar  para o Poder de Deus disponível para nós.

     - Se Deus falou que eu posso e sou capaz, se Ele falou que vou conquistar, não importa o que meus olhos veem, nem o que os outros falem.

     - A nossa fé nos torna conquistadores de sonhos.

     Não existe fé sem uma visão de esperança sobrenatural.

     Se você não tem nada a conquistar, se você não deseja nada, não tem nenhuma expectativa, então você não precisa de fé. Mas se você tem recebido ou quer receber um sonho, uma visão da parte de Deus para conquistar um nível superior de qualidade de vida, ainda nesta vida e na vida eterna, você precisa de fé.

     Mesmo que você queira menos de Deus do que Ele quer lhe dar, mesmo se for só viver com Ele na vida eterna, você precisa de fé e coragem para investir nesta direção. A Bíblia diz que o verdadeiro herói da fé, aquela pessoa que conquista, “deseja uma pátria melhor”, ou seja, algo que vem da parte de Deus. 

     B) Ouse sonhar! Levante seus olhos e tenha visão de conquista.

     Meu amado eu não sei como foi estes últimos dias pra você, mas sei como pode ser os próximos. Deus disse para Abraão:

     “Levante seus olhos e veja, até onde sua visão alcançar eu te darei” (Gênesis 13:14 e 15)
       
     Deus nos dá na medida da nossa visão.

     - Você determina seu poder de conquista.

     - Você determina o que vai receber de Deus.

     O herói da fé sabe que Deus já lhe preparou este nível de conquista. (Hb 11:16)
 
     Deus conhece os nossos limites e não permite que venha sobre nós um sacrifício maior do que podemos suportar.

     I Cor. 10:13 - “Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que vos não deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar.”

     Mas Ele sempre produz em nós a oportunidade de sermos vitoriosos.

     No Reino Espiritual existe um princípio: Sem sacrifício não há sucesso, êxito, conquista, vitória ou resgate. 

     Antigamente este sacrifício era literalmente um animal que morria em resgate de algum valor espiritual. Hoje, podemos nos apresentar no Reino Espiritual e dizer: “Eu posso conquistar, pois Jesus, o meu Resgatador, já fez o sacrifício para eu alcançar esta conquista”.

     C) Existem, porém, alguns níveis de conquistas que precisam se expressar no reino físico, sem as quais não viveremos a plenitude da realização dos sonhos de Deus para nós:
 
      Primeiro: É preciso saber com o que sonhamos.

     Ter desejos desordenados e inconstantes ou sonhos confusos traz uma dispersão de alma que enfraquece a ação do Espírito de Deus em nós. Existem pessoas que não sabem o que querem, portanto nunca recebem. A Bíblia diz: “Pedis e não recebeis, porque pedis mal...” (Tiago 4:3)

     Responda estas perguntas:

     - O que você deseja está dentro da vontade de Deus?

     - O que você quer conquistar honra a Deus?

     - O que você busca é para o Reino de Deus ou para gastar nos seus prazeres?

     - Deus está envolvido neste projeto ou você só quer a ajuda dele?

     Nós filhos de Deus, não podemos planejar nada que Deus não esteja envolvido.

     - Porque entregamos nossa vida para Ele, Ele habita em nós, Deus e nós somos um.

     - Eu não posso simplesmente excluir Deus e fazer planos somente para minha vida.

     - Você precisa ter sonhos de Deus, ter visão de Deus, ter projetos de Deus para sua vida.

     Deus quer que você conquiste muitas coisas, mas Ele tem que te mostrar o que Ele quer que você conquiste.  Ele coloca dentro de você os sonhos, as visões, os projetos, e você discerne e conquista cada um deles.

     O grande problema é que muitos projetos são nossos, não de Deus! São projetos que brotam da nossa natureza caída do nosso anseio de se dar bem, e nós levamos até Deus somente para Ele aprovar.

     Deus deu uma promessa para Abraão: “Sua descendência será como as estrelas do céu e como a areia da praia do mar”. (Gênesis 22:17)

     E depois para que não ficasse duvidas, Deus materializou a promessa levando-o a olhar as estrelas do céu e a areia da praia. Precisamos materializar a promessa de Deus, o sonho, a visão de conquista.
          
     Por exemplo:

     - Você tem uma empresa: Veja esta empresa próspera e abençoada.

     - Veja muitos clientes entrando e saindo, muitos clientes comprando.

     - Você deseja a conversão do marido, esposa ou filho:

     - Veja eles aqui na Igreja com as mãos levantadas adorando.

     - Veja eles aqui no púlpito pregando a Palavra de Deus.

     - Você tem o sonho de trabalhar em tal área, tal empresa:

   - Veja-se já trabalhando lá.

      Segundo: É preciso investir na visão de Deus tudo que somos ou temos.

     Quando você recebe uma visão ou sonho de Deus, você se dispõe a investir tudo o que você tem, e mais, tudo que você é. Como dissemos: Não existe vitória sem sacrifício.

     O sacrifício prova o nosso coração diante de Deus.

     Meu irmão, você tem que estar disposto a viver a vontade de Deus sobre todas as coisas na sua vida. Deus te deu uma promessa, um sonho? Invista tudo de você. Mas nunca esqueça que Deus está acima deste projeto, nunca permita que seu coração mude de lado. E esteja disposto a sacrificar, se Deus pedir.

     Porque sua prosperidade, sua vitória vem de Deus. Sua vida não depende daquilo que Deus deu, mas depende do próprio Deus. A Bíblia diz que Abraão ia sacrificar Isaque, porque ele “considerou que Deus era poderoso para até dos mortos o ressuscitar.” (Hb. 11:18)

     Para entendermos isso, Deus dá a Abraão, um ancião de 75 anos de idade, uma promessa que se cumpre com o nascimento de Isaque. Mas para fortalecer a visão e provar o coração de Abraão, Deus pede para Abraão sacrificar o instrumento da sua esperança e realização. Algumas pessoas hoje dizem: “Eu estou disposto a sacrificar o meu Isaque.” Mas Isaque para estas pessoas é uma oferta maior ou algo muito importante. Isaque não é isso! Isaque representa o TUDO da vida de alguém. Sacrificar Isaque é se dar todo.
 
     Para Abraão, Isaque era a única chance de que as promessas de Deus se cumprissem em sua vida. Sem Isaque jamais Abraão seria pai de uma grande nação.

     Ele tinha motivos suficientes para não querer entregar Isaque.

     Isaque era seu e era a porta para a multiplicação e a prosperidade de Abraão.
 
     Quem hesita em entregar seu dízimo, suas ofertas de desafio, seus discípulos,seu tempo, mas diz que entrega sua vida, não vive a verdade. Quem entregou a vida a Deus faz como o próprio Deus.

     Se Ele nos entregou a vida, então dará tudo, pois a vida é maior que tudo que temos.

     “Aquele que nem mesmo ao seu próprio filho poupou, antes o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas?” Rm 8:32


      Terceiro: É preciso confiar sempre, sem desistir.

     Algumas pessoas creem, confiam, declaram, vencem certas lutas, mas acabam desistindo.

     - Quem desiste mata os seus próprios sonhos.  

     - Quem desiste declara a sua incredulidade em relação ao que Deus diz e pode fazer.

     Quantas pessoas estão aqui hoje que já desistiram de muitos sonhos? Passaram por situações adversas e recuaram, ficaram com medo, não confiaram suficientemente em Deus.

     Existem momentos que nossa alma luta contra nosso espírito. Nosso espírito crendo, confiando querendo prosseguir; mas nossa alma insegura, querendo desistir.

      Isto aconteceu com Jesus no Getsêmani: Porém Jesus não permitiu que as circunstâncias desfavoráveis mudassem os rumos do seu coração.

     Ele estava lá chorando, esmagado de tristeza num jardim solitário. Os seus amigos mais íntimos estão dormindo; E o peso e a sombra da morte estão sobre Ele, a ponto d'Ele próprio bradar, dizendo: “a minha alma está profundamente triste até à morte”.

     Estava acontecendo ali uma batalha dentro de Jesus, havia ali uma luta dentro dele entre fazer a sua vontade ou a vontade do Pai. “Pai se possível passa de mim este cálice.”
       
     Mas essa tristeza não mudou os rumos do coração de Jesus. Ele está triste, mas continua a dizer: “Não seja o que eu quero, e sim o que tu queres. Não a minha vontade, mas a tua vontade”.

     Vejam que mesmo na tristeza, na angustia o coração de Jesus é o mesmo. As circunstâncias não mudaram o seu coração. Ele não permitia que as circunstâncias alterassem os conteúdos, os propósitos de seu coração.

      Abraão do mesmo modo não mediu sacrifício por confiar e não desistir: “julgando que Deus era poderoso para até dos mortos ressuscitar seus sonhos e promessas”, materializados na figura de Isaque.
 
     Quando o sonho é de Deus, qualquer que seja a dúvida ou situação não haverá desistência.

     “Mas o justo viverá da fé; e, se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele.” Hb 10:38

      Quarto: É preciso ser fiel.

     Sem fidelidade o sacrifício é vão e sem sacrifício não existe fidelidade. Quando andamos na verdade, perseveramos  e  somos fiéis à visão de Deus, então conquistaremos cada sonho, cada desejo, cada projeto que Deus tem nos dado. A Bíblia diz: “Que os olhos do Senhor percorrem a terra procurando os fiéis..”
          
     Porque Deus procura os fiéis? Para abençoá-los. A Bíblia diz: “Que o homem fiel será acumulado de bênçãos.”  Deus procura homens fiéis porque Ele é fiel.

     Deut. 7:9 - “Saberás, pois, que o Senhor teu Deus é Deus, o Deus fiel, que guarda o concerto e a misericórdia até mil gerações aos que o amam e guardam seus mandamentos...”
     
     Presta atenção aqui:

     Porque diz que a fidelidade de Deus é para aqueles que têm fidelidade com Ele. “...aos que o amam e guardam seus mandamentos...”
   
     Fidelidade significa: Lealdade no relacionamento, Constância,  firmeza na aliança firmada.

     Por isso, a prosperidade virá sobre os fiéis e o Senhor nos respaldará e elevará os níveis de conquista em nossa vida.

     Mateus 25:21 - “Disse-lhe o Senhor: Muito bem, servo bom e fiel; fostes fiel no pouco, sobre o muito te colocarei; entra no gozo do seu Senhor.”
         
     Esta parábola mostra que Deus quer dar o máximo para nós. “...sobre o muito te colocarei...” Mas só os fiéis receberão mais. Deus sempre nos provará no pouco, para nos colocar sobre o muito. Vers. 21 - “servo bom e fiel, foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei.”

     No vers. 25, o terceiro servo devolveu o que já era do senhor.

     Entenda algo muito importante aqui.

     - O fruto da fidelidade é o que damos de nós! 

     - Aquilo que é fruto do nosso esforço, da nossa dedicação e do nosso amor.

     E nos versículos 28-29; Vemos o resultado pela infidelidade para com Deus.

     “fostes infiéis no pouco.” A ordem do Senhor é: “...tira-lhe também o pouco.”

     A ordem do Senhor é: “Deixa sem nada!  Não é fiel, não merece nada que é meu!”


     D) Existe uma grande diferença entre o religioso e o fiel.

     O religioso é apegado as coisas naturais: O jovem rico quando foi desafiado a ser fiel, ele se entristeceu, virou as costas para Jesus e foi embora.

     Ao fiel, Jesus nem precisa pedir:

     - Ele entende o processo, ele entende o que Deus quer.

     - Ele sabe que é mais importante agradar a Deus do que a si mesmo.

     - Ele diz: “Resolvo dar a metade dos meus bens aos pobres e se nalguma coisa defraudei alguém, devolverei quatro vezes mais.” Nossa prosperidade está atrelada a nossa fidelidade no Reino de Deus.

     Deus os abençoe.

______________________________________________

     AVISOS:

      Encontro da Rede Renovação – 8, 9 e 10 de junho

      Encontro da Rede Resgate – 15, 16 e 17 de junho

      Encontro da Rede Jump – 22, 23 e 24 de junho

      Encontro da Rede Leão de Judá – 29 e 30 de junho e 01 de julho